11/06/2017

#Resenha 106, O Último Abraço, do autor Vitor Hugor Brandalise.

SINOPSE: 
Em um ensolarado domingo de setembro de 2014, Nelson Irineu Golla, 74 anos, atendendo à súplica da esposa, Neusa, 72, abraça-se a ela com uma bomba de fabricação caseira junto ao peito e acende o pavio. Embora pareça um romance, O último abraço é uma grande reportagem, cujo leitmotiv é o desejo dos protagonistas de morrer. Ela, depois de dois AVCs, definha numa clínica para idosos; ele, inválido de um braço, não suporta mais vê-la implorando com os olhos para que a matem. O caso, que ficara conhecido na Justiça como “um Romeu e Julieta da terceira idade”, é aqui reconstituído por Vitor Hugo Brandalise nos mínimos detalhes.







#Resenha


A história desse livro pode ser interpretada de vários pontos de vista, então fica claro que estou colocando o meu ponto de vista na resenha. 


O livro conta a história de uma casal que viveram juntos por mais de 50 anos, mas após as doenças da velhice os acometerem o desespero tomou conta ao ponto do esposo cometer um homicídio. 

Estou falando de Nelson Irineu Golla (74 anos) e Neusa Maria Golla (72 anos), moradores de São Paulo, viveram uma vida, antes da doença, feliz. Sua esposa foi acometida por dois Acidente Vascular Cerebral (AVC), que a levou a passar seus últimos dias de vida sobre uma cama numa casa de repouso e isto foi o pontapé para toda a história do livro.

Confesso que sou totalmente contra o que Nelson fez com ele e sua esposa, para mim é cruel, não é amor (como muitos consideram). 

O livro não foi escrito por Nelson, e sim pelo jornalista Vitor Hugo Brandalise, que reconstruiu toda a história desse casal que ficou conhecido como "Romeu e Julieta da terceira idade", que chegou a ir para a justiça. O autor relata desde os primeiro momentos do casal, como casamento, nascimentos dos três filhos, conquistas, sonhos e tudo mais, até o momento em que a doença chega para separá-los!

Sem o fim da história, confesso que é um livro muito emocionante e com uma linda história de amor, mas o desfecho que Nelson traçou para a vida de ambos foi cruel e calculista demais. 

Sou completamente contra a Eutanásia (Claro que vão dizer: não é com você o sofrimento, é fácil falar), mas para mim é egoísmo demais e assassinato à sangue frio. 

Para quem deseja conhecer um pouco sobre a Eutanásia aqui no Brasil (Prática proibida), vale a pena ler a história, principalmente para quem é universitário e paga a disciplina de Bioética, possui bons argumentos e embasamentos para discutir tal tema. 

Confesso que não foi uma boa história para mim, mas como eu mencionei no início, é o meu ponto de vista, cada um terá o seu, então leia e permita construir o seu própria argumento diante de toda a história desse casal. 

Até a próxima!
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS