21/12/2016

#Resenha 98, A Tradutora, do autor Cristovão Tezza.

SINOPSE: Beatriz é uma tradutora de 30 e poucos anos. Em seu apartamento, depara-se com uma sucessão de acontecimentos que entrelaça a urgência do instante presente com a memória: um envelope em branco deixado misteriosamente sob a porta da sala; as pequenas e grandes dúvidas que envolvem a tradução e os desdobramentos que projeta para a sua carreira; a conversa ao telefone com o namorado escritor, que a assedia intelectualmente; e uma ligação inesperada propondo-lhe um trabalho como intérprete.
Cristovão Tezza escreveu mais de uma dezena de romances, entre eles O filho eterno, Trapo, Juliano Pavollini, A suavidade do vento, Uma noite em Curitiba, Breve Espaço, O fotógrafo, Um erro emocional e O professor.
O filho eterno, de 2007, ganhou os mais importantes prêmios literários do país, incluindo o Jabuti, e foi traduzido em uma dezena de países.


#RESENHA

Mais um livro do autor Cristovão Tezza resenhado aqui no blog, o primeiro foi A Máquina de Caminhar, que também mostrou ser um excelente livro. Para quem não conhece o autor, ele possui um vasto currículo, um dos seus livros mais bem falados pela crítica foi O Filho Eterno (2007) que venceu um prêmio francês Charles Brisset de melhor ficção do ano, e ainda será adaptado ao cinema. Foi um dos finalistas do prêmio IMPAC-Dublin também.
Nesse seu novo livro A Tradutora, Tezza nos apresenta o Brasil em plena copa do mundo, isso mesmo, o autor construiu toda a trama em Curitiba (cidade onde ele mora) onde a personagem vive. Ela uma mulher de cerca de uns 30 anos, está traduzindo um livro de um escritor fictício catalão Felipe T. Xavaste.
Beatriz também namora um escritor Donetti um esquerdista brasileiro. Ela acaba se envolvendo com todo o processo de tradução e as mensagens fortes de Xavaste. Até que ela recebe um convite para trabalhar para a FIFA sendo interprete de um executivo da organização que virá para a Copa do Mundo aqui no Brasil.
Dentro de toda essa trama da tradução sua vida amorosa, e a companhia com o executivo, Beatriz acaba se descobrindo.
O livro é muito bom, tem uma escrita como sempre finíssima do autor. A narração é uma mistura dos pensamentos da personagem como trechos da tradução. Vale a pena conferir a obra, pois é de excelência.
Espero que tenham gostado, falei pouco, porque o livro e super fino. Mais do que isso seria puro spoliers.

Resenhado por Tony
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

20 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, ainda mais porque não o conhecia. Não faz muito o meu estilo de leitura, preciso confessar, porém sempre é bom saber sobre títulos diferenciados. Também não conhecia o autor, por isso foi uma ótima indicação, ainda mais por você comentar que foi uma boa leitura, e imagino que seja leitura rápida também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá ♥
    Não conhecia o autor, mas confesso que se fosse só pela capa do livro eu não compraria, pois sou a louca das capas. Esse tipo de estória é até interessante, mas não foi algo que me chamou atenção no momento. O que me deixou curiosa foi você falar tão bem da escrita do autor, quem sabe eu procure outras obras dele para conhecer melhor. Beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gosto de leituras rápidas e esse parece ser bem interessante. Tenho lido bastante livros com o cenário de Curitiba. Bom ver que os autores tem se interessado em falar de outros locais além de RJ e SP.
    Vou anotar a dica de leitura para o futuro.
    Obrigada!

    Bjs!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Oie, bacana saber que você gostou do livro. Eu tenho curiosidade e ao mesmo tempo receio de ler cristóvão tesa pois não consegui finalizar ainda o filho eterno, achei meio cansativo. quem sabe tente esse

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia o autor, mas como o livro é fininho posso encaixá-lo nas minhas leituras pra conferir a narrativa do Cristovão. Apesar da proposta não ter me atraído não perco a oportunidade de conhecer um novo autor.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia nem o autor nem sua obra, mas como você disse que ele é fino e achei interessante a trama, fiquei bastante curiosa pra ler.
    Espero poder encaixar nas minhas leituras de 2017!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar desse autor! :O
    E pela premissa da obra, sinceramente não me interessei muito, não faz parte do tipo de leitura que busco.
    E a capa não ajudou muito na vontade, hahaha. Mas para quem curte o estilo deve ser uma leitura muito marcante.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Toni!
    Que bom que esse livro te agradou. Gostei do autor ter usado a temática da Copa do Mundo e uma personagem que trabalha com tradução. Não me lembro de ter lido nada nesse estilo.
    É uma leitura que eu faria, pois tenho vontade de conhecer a escrita fina do autor.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá Tony, tudo bem?

    Tenho um outro livro do Cristovão Tezza em casa para ler, A máquina de caminhar, e parece que a escrita dele é realmente incrível! Mal vejo a hora de poder lê-lo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. hi baby, tudo bem? não conhecia o livro e nem o autor mas parece ser uma ótima leitura, obrigado por não dar spoilers rs vou add a minha lista de futuras leituras, gostei da resenha objetiva

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Tony

    Já conheci o autor e algumas de suas obras, mas nunca li nenhuma. Gostei de saber, através da sinopse, que ela sofre assédio intelectual, achei inovador, pois não é algo abordado com frequência. Aliás, acho que nunca vi esse assunto ser abordado em um livro...

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não conhecia o autor e nem o livro e mesmo você falando muito pouco sobre a obra, eu já fiquei interessada e curiosa com a leitura. Eu gostei da proposta do livro e espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  13. Olá Tony!
    Eu não conhecia o autor e gostei da sinopse junto com sua opinião .
    Vou logo ver onde encontro tanto esse pq adorei saber que se passa em Curitiba rs
    e Filho Eterno já que foi tão aclamado!
    Bjs e Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  14. Olá Tony,
    Apesar de ter gostado da sinopse, essa obra não me agradou a ponto de querer ler, apesar de saber o quão bem é a escrita do autor. Achei legal ter como plano de fundo a copa, traz um universo não tão comum para leitura. Para quem se identifica, com certeza é uma excelente dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Puxa, o autor escreveu mais de uma dezena de romances e eu ainda não o conhecia! Confesso que não me interessei por esse, principalmente por ter o pano de fundo da copa do mundo, apesar de ter achado interessante essa inserção de trechos da tradução na narração. Mas vou pesquisar mais sobre os outros livros dele.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse autor ainda e confesso que não fiquei muito curiosa com a obra, pois ela não é do gênero que costumo ler, sabe? Mas pela sua resenha parece ser uma boa obra mesmo e por ser curtinha, eu vou marcar a dica para quando quiser algo diferente.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Oie
    que legal conhecer essa aparte do livro, eu já conhecia o autor mas não li nada dele ainda. Os tradutores devem ser muito valorizados pois são praticamente escritores, imagina a responsabilidade de traduzir o livro e permanecer a essência dele, e tudo mais, deve ser muito complicado, reflito isso as vezes e penso o quão difícil deve ser

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Não conhecia o livro e nem o autor, mas pelo que você falou dele, me parecer ser muito bom no que faz, já que ganhou um grande prêmio. Achei interessante a história e talvez seja uma boa opção para que eu possa variar um pouco as minhas leituras.
    Obrigada pela dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Estranho eu não conhecer o autor, ele parece realmente fazer um grande sucesso e que ele só aumente, realmente é dificil resenhar um livro pequeno sem contar muita coisa, o livro parece ser legal mas não chamou tanto a minha atenção, gosto de coisas com mais ação

    ResponderExcluir
  20. Oi Tony, ainda não tive o prazer de me deparar com esse livro, pois provavelmente já teria lido. Sou tradutora, e sei como é interessante e desafiador fazer esse processo de transcrever o texto em outra língua. Agradeço a dica. Abraços

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS