28/12/2016

#Resenha 103, Quando as pombas desapareceram, da autora Sofi Oksanen.


SINOPSE: Neste novo romance, a escritora finlandesa, autora dos premiados “Expurgo” e “As vacas de Stalin” fala sobre os diversos lados da guerra.Em 1941, os primos Roland e Edgar lutam contra a violenta ocupação soviética na Estônia, e Juudit, a jovem esposa de Edgar, se vê entre os dois lados do combate, assistindo, desconcertada, ao júbilo da população com a chegada do Exército nazista. Enquanto ela duvida das intenções dos alemães e do futuro do próprio casamento, Roland luta pela independência do país e pelo povo estoniano.E Edgar se mostra bastante adaptável, sempre disposto a esconder o passado para ficar do lado vitorioso.










#RESENHA

A história começa num ano em que a Estônia está sendo dominada pela antiga União Soviética e todos os habitantes da sua capital sofrem os danos dessa ocupação em massa. É na capital da Estônia: Tallinn, que a história dos quatro personagens principais se desenrola.

Em 1941, a Estônia Setentrional é uma região dominada pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Os dois primos Edgar e Roland, estão lutando no exército vermelho contra a invasão da Rússia, estão expulsando-os e esperando os aliados alemães para que possam se libertar dos seus opressores. Se você nunca leu um livro em que os alemães na época de Adolf Hitler eram chamados de salvadores e considerados os libertadores dos fracos e dos oprimidos, precisa ler este livro, eu particularmente fiquei chocada ao saber que estes povos da Estônia, Letônia e Finlândia, ansiavam por uma libertação por parte dos alemães.

Roland e Edgar são primos quase irmãos, já que a mãe de Roland considera Edgar como o filho caçula que nunca teve e mima-o como um bebê. Não podiam ser mais diferentes um do outro: Roland é um homem de fortes princípios, que em nome da liberdade de seu povo luta incansavelmente, é um homem do campo, acostumado a trabalhos na roça; Já Edgar, é fraco em princípios, porém bastante enigmático, apresenta uma incrível capacidade de adaptação do ser humano a situações limitadas e é excelente com falsificações de documentos e bastante experto com novos idiomas e um audacioso piloto de aeronave. 

O que há de comum entre eles, nada... Roland é apaixonado por Rosalie que é prima de Juudit, a jovem esposa de Edgar, o que esperar destes quatro? Que combinem entre si como lindos casais, não.... Eles não combinam.

 Edgar não ama sua esposa, casou-se com ela por pura conveniência, e entre seus deveres conjugais guarda um terrível segredo. Roland ama Rosalie mais do que tudo e é correspondido, porém durante a guerra, algo acontece com Rosalie, que o deixa transtornado, pois ninguém acredita na inocência da moça e seu destino é cruel. 

Com o avanço da Segunda Guerra mundial, Roland procura refugiar-se na floresta e cuida secretamente da fazenda dos pais de sua noiva, e Edgar abandona sua esposa Juudit, e adquire uma identidade nova, tornando-se um leal defensor do nazismo entregando todos aqueles que são contra a tomada do país pelos alemães.

O livro corre em torno dos anos de forma cronológica. Quando a guerra acaba a historia retorna em 1963; onde a Alemanha de Hitler perde a guerra; e a União Soviética retoma o poder na Estônia, todos estão desesperados para esconder seus segredos dos Russos, principalmente Roland e Juudit que durante o regime nazista eles fizeram muito mal aos alemães. Edgar por sua vez faz parte da sociedade Soviética com sua nova identidade, tentando construir uma carreira de sucesso como escritor dos horrores cometidos pelos alemães. Porém ele não sabe que a insanidade de Juudit esta a ponto de ameaçar tudo o que ele conseguiu, e onde estará Roland? Durante todo esse tempo, será que escapou dos nazistas? Será que está morto ou vivo? Está só esperando uma oportunidade de vingança contra ele, por causa do que aconteceu com sua noiva. Todos guardam a chave para revelar a verdade sobre as suas verdadeiras identidades no mundo pós-guerra.

O livro é muito bom principalmente para quem gosta de historias de segunda guerra mundial, o livro traz uma perspectiva muito diferente sobre o que aconteceu em países ocupados pelos soviéticos e libertados pelos alemães. Sinto muito por não ter contado mais detalhes da historia, ela é rica em mistério sobre a vida e os acontecimentos dos personagens, porém se eu me prolongar mais terminarei contando detalhes fundamentais da trama. O livro é muito bom para se conhecer a verdadeira natureza humana.

Resenhado por Lidy

Deixe o seu comentário!
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

28 comentários:

  1. Amei a resenha, quero saber qual é o motivo dos povos desses países quererem a ajuda dos alemães. Muito legal a resenha. Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha, parece ser um livro muito interessante, gosto muito de livros de guerra, principalmente sobre a segunda guerra mundial.Vou acrescentar este na minha lista de 2017. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  3. Legal fiquei muito interessada em saber como um dos personagens mudou de identidade durante a guerra sem ser pego. Gosto bastante de livros sobre guerras.
    A resena esta muito boa.

    ResponderExcluir
  4. Quando as pombas desaparecem é um titulo estranho mas chamou a minha atenção, vou ler, parece ser bem interessante, tem mistérios e suspense.
    Legal
    Beijos...

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Esse livro je ganhou só pelo o seu comentário falando que indica para quem ama gosta de Elvis que traga fatos da 2° Guerra mundial, que na minha opinião é a melhor passagem histórica. Eu li poucos livros que traga esse plano de fundo mas sempre gosto de ver coisas novas. Não conhecia esse livro, mas já anotei para leitura e espero conseguir Lê-lo mesmo. Adorei a capa também. Até mais ver
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Ola
    Eu adorei poder conferir suas impressões a respeito desse título e preciso dizer que ainda não o conhecia. Os elementos comentados me deixaram bem intrigada, especialmente por conta da ambientação mesmo, esta que me deixa curiosa sobre os detalhes de modo geral, da guerra e afins. O titulo é, no mínimo, diferente, mas gostei da capa. Gostaria de poder conferir também

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Comecei a seguir hoje, uma ótima resenha, mas infelizmente não faz muito meu estilo de leitura!
    Voltarei mais vezes para dicas literárias
    Beijo e um feliz 2017!
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá. Sua resenha apesar de ter me deixado curiosa não me convenceu a ler o livro porque essa é uma temática que eu não gosto. Detesto livros que se passam em guerras ou tem esse contexto principalmente quando se trata dá segunda guerra mundial em virtude de sua história persecutória contra as pessoas. Feliz ano novo!! Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Então, eu já li uns dois ou três livros que se passavam no período da 2 guerra e adorei eles, e esse parece ser bem interessante, vou anotar a dica aqui. E sei como é isso de não da muitos detalhes na resenha, ás vezes demoro muito tempo pra elaborar uma resenha pra não da esses detalhes haha Adorei a sua resenha e espero conhecer a obra haha

    ResponderExcluir
  10. Oiee, tudo bom? Adorei sua resenha!! Eu fiquei na dúvida sobre esse livro e agora, lendo sobre ele, acho que seria uma leitura bem legal para mim. Me arrependi de não ter solicitado :) Mas de qualquer forma quero ler, e espero ter a oportunidade em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Gosto muito de livros que retratam a segubda guerra e é muito interessante conhecer esse livro q faz isso sob uma nova perspectiva.
    Não conhecia o livro e sua resenha desperto meu interesse.
    Pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Gosto muito de livros que retratam a segubda guerra e é muito interessante conhecer esse livro q faz isso sob uma nova perspectiva.
    Não conhecia o livro e sua resenha desperto meu interesse.
    Pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  13. Oieee
    Tudo bom?
    Deu para notar que você gostou muito do livro pela sua resenha, mas infelizmente essa temática não me agrada e vou deixar passar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Gostei de como o enredo trabalha a 2ª Guerra Mundial, e fiquei interessado vendo suas impressões do livro. A forma como o tempo foi trabalhado, foi outro ponto que anotei aqui, e vou buscar o livro para ler em breve.

    ResponderExcluir
  15. Oi Lidy,
    Gosto muito de histórias que fazem ligações com acontecimentos históricos. A trama me parece ser bem complexa e cheia de segredos que em algum momento não acabará bem, imagino eu. No momento, não leria, mas já anotei na lista para indicar para um amigo que ama tudo que envolve guerras.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. A história parece ser muito interessante e eu já fiquei aqui curiosa para saber o que aconteceu com Rosalie, mas eu não curto livros ambientados nas Guerras, em nenhuma delas. Conheço pessoas que viveram esses horrores e é algo que não me faz bem.
    Mas sua resenha está maravilhosa, parabéns.

    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Oi , tudo bem?
    Eu adoro livros com conteúdos históricos principalmente os sobre a segunda guerra mundial que me fazem refletir e muito acerca da humanidade. Confesso que ainda não conhecia esse livro é pela sua resenha fiquei já bem interessada.
    Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oiii!
    Não conhecia esse livro ainda, e confesso que livros sobre a segunda guerra mundial me chamam muito a atenção. Fiquei bem interessada em ler esse livro, vou procurar para saber se não é muito caro. Gosto de entender melhor como as pessoas agiam naquela época tão terrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Gosto muito de obras que discutam sobre algum ponto da Segunda Guerra e fiquei intrigada para conhecer esse outro lado dessa passagem da história.
    Adorei saber suas impressões e alguns dos detalhes da trama, o que me deixou ainda mais curiosa. Dica anotada e espero poder ler em breve.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Sou apaixonada por ficção histórica, ainda mais quando se trata da 2° Guerra Mundial. Fiquei bastante intrigada com essa em especial, já que para esses povos os alemães eram verdadeiro heróis. Nunca tinha parado para pensar nesse ponto e estou chocada quanto à isso.
    Gostei bastante de saber suas impressões.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Sua resenha é bem interessante e me fez ficar com uma certa curiosidade em ler a obra. Principalmente porque eu acho que toda história tem seus dois lados, e embora os alemães tenham sido os grandes vilões da segunda guerra, eles não eram os únicos no "lado do mal", e a ideia do livro os mostra como salvadores - ponto interessantíssimo de se observar...
    Mas, não é bem meu estilo de leitura, então, por enquanto eu passo a dica.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  22. Olá!!
    Não conhecia esse livro e adoro livros com essa temática da 2 guerra mundial e com esse não podia ser diferente,quero muito saber como vai ser esse final,o que aconteceu mesmo com Roland e tds os envolvidos!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/12/resenha-sombra-do-passado-sylvain.html#comment-form

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Gosto muito de livros com uma pegada histórica, acho leituras enriquecedoras demais!!!
    Esse livro eu desconhecia,mas agora que conheço, quero muito ler

    ResponderExcluir
  24. Oie, tudo bem?m Adoro livros históricos, principalmente os ambientados durante a segunda guerra. Acho legal essa perspectiva diferente sobre os fatos! Com certeza é uma leitura super enriquecedora que farei com toda certeza! Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Olá, eu não sou muito de obras que abordem enredos de guerra, ou suas consequências, sei lá...até hoje eu não consigo ver propósito nenhum nisso, quem inventou a guerra não tinha respeito nenhum pela vida do próximo, acho tudo tão desnecessário. Por exemplo, dois países entram em guerra por conta de um território que ambos os presidentes querem para si, não seria mais fácil colocar esses dois idiotas em um ringue para que lutassem até a morte? Não eles ficam em suas casas luxuosas e mandam filhos inocentes de outras famílias guerrear em seus lugares, isso é patético e hipócrita), por isso eu não gosto de leituras que envolvam o assunto (desculpe por ficar desabafando aqui, kkkk).
    Parabéns pela resenha.

    Abraços

    ResponderExcluir
  26. Olá!

    Particularmente achei o titulo muito interessante e peculiar e por mais que tenha me chamado muito a atenção, não consigo me adaptar muito bem à enredos de guerra.

    Fiquei intrigada quando você comentou que "O livro é muito bom para se conhecer a verdadeira natureza humana." e isso pode ser um ponto fundamental para despertar minha curiosidade a respeito da obra.

    Amei sua resenha. Abraços!

    ResponderExcluir
  27. Oi tudo bem?
    esse tipo de livro sai completamente da minha zona de conforto e geralmente não me interesso em ler livros sobre a época da guerra, só qndo me chama muito a atenção, o que infelizmente não aconteceu aqui
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  28. Oie,
    Nossa Tony, e pensar que hoje ainda há casamento por conveniência. É um tema que mexe comigo sabe? Mesmo porque tenho um relacionamento maravilhoso, e ainda sim não conhecemos 100 por cento do outro. Amo livros que tenham essa pegada de guerra, dá um ar de realidade.
    Beijos

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS