01/07/2016

#Resenha 80, Guerra Secreta, do autor Mark Mazzetti.

Sinopse: 

Guerra secreta conta a história inédita de uma campanha sombria que anulou as fronteiras entre soldados e espiões e deu precedentes para que novos conflitos ocorressem em todo o mundo. Uma guerra ocasionada pela transformação ou, na verdade, uma espécie de restauração da Agência Central de Inteligência americana. Uma verdadeira caçada humana, com drones armados e assassinatos direcionados. O vencedor do Pulitzer Mark Mazzetti descreve, com minúcia, um elenco impressionante de personagens envolvidos nessa guerra secreta, reconstruindo diálogos e fornecendo detalhes sobre as operações militares até então desconhecidos. Em um mundo cada vez mais perplexo diante das investidas terroristas, Guerra secreta é um livro essencial para entender como as missões de espionagem e a relação entre a CIA e o Pentágono podem definir a segurança norte-americana nos próximos anos.



#RESENHA

Para quem conhece um pouco de história, ou até mesmo, para quem não conhece, mas vive nesse mundo, sabe o que aconteceu no dia 11 de setembro de 2001, quando as torres gêmeas foram atacadas por aviões comandados por terroristas da Al-Qaeda. Isso realmente parou o mundo, cochou milhares de estadunidenses, pois sentiram de perto a sua grandiosidade abalada.

Bom, o livro não é necessariamente sobre o 11 de setembro, mas sim sobre os acontecimentos que vieram depois. Se você acha que os EUA, ficaram de braços cruzados ou chorando, pode ter certeza que você não vive no século 21, pois o resultado desse ataque deu inicio a uma louca e interminável guerra entre os Estados Unidos com países do oriente médio. 

O livro Guerra Secreta escrito pelo correspondente de segurança nacional do The New York Times e vencedor do prêmio Pulitzer, Mark Mazzetti é uma obra jornalística que relata a incrível mudança que ocorreu na CIA, um dos maiores centros de inteligência do mundo (no lado de segurança), a fim de combater e destruir os inimigos desse país.

O autor revela detalhes dessa mudança drástica que um órgão criado para uma função teve que migrar para outra a fim de combater o terrorismo. 

Porém, como todos nós sabemos e o próprio autor revela toda essa corrida, ocasionou uma lista interminável de inimigos para o EUA. Por que bem sabemos, que nem todos que estão no oriente médio são terroristas, mas para o governo norte-americano isso não existe mais. 

Uma teia de intrigas, investigação, nomes, países e intermináveis espionagens preenchem as páginas dessa história. Para quem curte livros de guerra, baseado em fatos reais é uma boa indicação.

Resenhado por Tony Ferr
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Um comentário:

  1. Oie. Não sei se leria esse livro, mas quem sabe mais adiante...
    Bjss, comenta por favor, ajudaria muito ^^ http://resenhasteen.blogspot.com.br/2016/07/a-procura-pelo-poeta.html

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS