08/01/2016

#Resenha 68, Para Continuar, do autor Felipe Colbert.

Sinopse: 

Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso.
Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade.
A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento.
O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.


#RESENHA

Esse é o primeiro livro do Felipe Colbert que tenho a oportunidade de ler. O autor escreve super bem e narra uma história com bastante clareza. Mas antes que eu diga algo sobre o livro, vamos entender um pouco da história. 


A historia do livro se passa em São Paulo no bairro da Liberdade, onde a cultura e os costumes orientais reinam no lugar. Leonardo César é um jovem que sofre com um problema em seu coração e vê sua vida mudar completamente após receber novos diagnósticos. Ele cursa Design Gráfico no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e usa o metrô para ir a faculdade todos os dias. Um dia ele vê uma garota oriental sentada em um do bancos do metrô com um fone no ouvido, que depois ele descobri ser uma descendente de japoneses, ele fica realmente atraído pela moça e acaba desenhando seu rosto em seu tablet. Seu amigo Penken, apelido de Gustavo, o inferniza pois não aceita que o colega ainda permaneça sem namorada e Leo acaba sendo dominado por um desejo imenso de saber quem é essa garota. Sem pensar duas vezes ele acaba seguindo-a até que descobri onde ela mora e onde trabalha. 

Ayako, a jovem do metrô, trabalha em uma loja que vende luminárias japonesas, ela mora com seu avô um ancião que por sinal me conquistou. Logo de cara Leonardo se apaixona por ela, mas quando Ayako percebe que não é legal as visitas de Leo ao estabelecimento pede para que ele prometa não voltar. Porém ele não obedece! rsrsrs 

Só que nessa história, surgem outros personagens como Ho, que por sinal eu odiei pois é um ridículo e seu primo Kong que também não fui muito com a cara dele. Porém, o que Leo não sabe é que o jovem Ho é um pouco psicótico em relação aos sentimentos que tem pela jovem, ele ama Ayako e não permiti que ninguém se aproxime dela com outra intenção a não ser comprar uma luminária na loja. O livro é contado em primeira pessoa por Leonardo e é ajustado em narrações também em terceira pessoa quando o alvo modifica para Ayako ou Ho. Dessa forma conhecemos também os sentimentos dos outros personagens. 

Então fica aquela baita dúvida? Será que Ho irá ser realmente uma pedra de tropeço na vida de Leo? E Kong o que esperar dele?

Para não soltar spoliers prefiro parar por aqui, mas confesso o livro é muito bom. Felipe Colbert soube escrever um bom romance, a construção dos personagens é excelente e confesso que estou surpreso, não esperava tudo isso. 

E quase ia esquecendo, abaixo da loja há alguns segredos que somente Ayako e seu avô sabem, mas quando o sentimento entre ela e Leo começa a ganhar forma tudo isso deverá ser protegido ou acabará sendo destruído. 

Para quem gosta de romances não deve pensar duas vezes em escolher ler esse livro, leve, perfeito e cheio de humor e óbvio um drama romântico como ingrediente principal!

Resenhado por Tony Ferr

Abraços,
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Um comentário:

  1. Olá!
    Não curti muito a história. Só gostei mesmo do fato dele se passar no Bairro da Liberdade.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS