28/12/2015

#Resenha 62, Dez coisas que aprendi sobre o amor, da autora Sarah Butler.

Sinopse:
Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

#RESENHA

O livro conta a história de duas pessoas de mundos totalmente diferentes, ou melhor, de classe social, de estilo de vida, resumindo: de tudo.
Alice, uma jovem aventureira que escolhe passar o maior tempo de sua vida viajando e conhecendo lugares é a filha mais nova de uma família que perdera a mãe muito cedo e estão perdendo o pai no momento.
Alice tem duas irmãs, Tilly e Cee. Por ser a mais nova, é perceptível que há uma certa indiferença entre elas três. O pai de Alice é um médico que por incrível que pareça está morrendo de câncer. Ele sente saudades da filha e deseja aproveitar seus últimos momentos conversando com ela. Porém, não é fácil para a jovem, pois lembranças do seu passado ou do motivo que levaram a sua mãe embora a fazem querer fugir e voltar pra Mongólia onde esteve nos últimos meses.
Bom, o livro é muito bem escrito, isso não posso negar, mas o início da história é terrivelmente maçante, porém no meio do livro em diante começou a fluir de algum modo. Acredito que seja porque a autora deixou muitos segredos encobertos, e tentamos entender mais da trama, mas não há nada que nos explique, ai quando a autora decide contar é que realmente entramos no livro e viajamos.
Não gosto de dar spoliers nas minhas resenhas, por isso tentarei falar só mais um pouco antes de finalizar, pois o livro é fino e como muitos capítulos giram entorno de pensamentos e lembranças não há o que contar a não ser que você leia.
Então, fora essa família temos o personagem Daniel, um mendigo que vive nas ruas de Londres tentando encontrar alguém que tanto ama, mas nunca conheceu.
Sua filha.
Ele escreve várias vezes o mesmo nome numa folha de papel, também lista os seus desejos e o que gostaria de dizer para sua filha quando um dia a encontrasse.
No início eu fiquei meio sem entender essa sua procura, porém quando a autora começa a desvendar os mistérios do livro, percebo que a ligação que existe entre ele e Alice é muito maior do que podemos imaginar.
O livro é muito bom, só o início que é lento, porém como eu já mencionei vai melhorando no decorrer da história. É o primeiro livro dessa autora, e espero ler outros títulos dela futuramente.
Um livro que envolve amor, mistério, drama, e acima de tudo a importância de termos ao nosso lado aqueles que nos amam.
Até a próxima!

Tony Ferr
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

20 comentários:

  1. Oi Tony,

    Nossos gostos são completamente diferentes, jamais leria um livro assim. rs...
    Não me interesso pela história.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que pena Tati, mas devia dar uma chance! rsrs

      Excluir
  2. Heey!
    Esse tipo de enredo não me atrai muito, mas pelo que você disse, acho que vale a pena ler ^^
    Abraços!
    http://desbravando-o-infinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Vale sim Guilherme, cada pessoa tem um ponto de vista! Dê uma chance a ele! Abraços.

      Excluir
  3. Oi oi!
    Bom, eu sou apaixonada pela capa desse livro, ela é incrível demais, mas a história....
    Eu não sou a maior fã desse tipo de enredo, então, provavelmente não leria.
    Mas adorei sua resenha e vou indicar para minha irmã, já que ela sim curte!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh eu também amei essa capa! Foi por esse motivo que escolhi o livro na editora.
      Sim indique sim pra sua irmã e aproveite para ler também rsrs

      Excluir
  4. Olá!
    Eu sou apaixonada no tema amar... Como é maravilhoso falar de amor, não é mesmo? Amo os livros da NC... e essa capa me chama muito atenção! Também não sou fã da ler spollers e dar spoller... Parece que a história perde o encanto. Eu ainda não li nada dessa autora mas amei o enredo... Espero poder ler em 2016. :D
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é ótimo falar de amor! Por isso amo os livros de romance!
      Sim essa capa é show de bola. E concordo odeio spoliers perde toda a graça do livro. Leia sim vai amar!

      Excluir
  5. Oie!!!!
    Acho que li duas resenhas desse livro ontem, fiquei apaixonada pelo título, e gostei bastante do enredo também. Esta na minha TBR de férias com certeza ;)
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom!
      É como eu disse isso é meu ponto de vista, mas o seu pode ser diferente! Espero que goste! Abraços.

      Excluir
  6. Oi, Tony
    Eu só li os primeiros capítulos desse livro e também percebi que o começo é meio lento.
    De toda forma gostei de saber que vai melhorando com o passar das páginas. Pretendo ler o livro completo em breve.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Leticia realmente, mas vale a pena a leitura!
      Coloque em sua meta de 2016!

      Excluir
  7. Oi, Tony!

    Eu vi esse livro da NC, cheguei a folear, mas não consegui gostar do enredo, tanto que lá no blog nem fiz a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrsrs, mas dê uma chance para ele!
      Vai gostar!

      Excluir
  8. Parece interessante. Livros assim as vezes nos pregam peças no final!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim na maioria das vezes! Leia vocÊ vai gostar!

      Excluir
  9. Olá!
    Eu achei essa capa muito fofa. Adoro capas com a cor azul. A história parece ser interessante, mas sendo lento no começo já me desanimou. Vou ler outras resenhas para ter certeza de que vou gostar da leitura.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Suelen leia sim! Mas todos dirão a mesma coisa, espero que goste do livro! A capa é linda sim, me apaixonei por ela!

      Excluir
  10. Oie! Adorei a resenha, acredito que seria um livro que eu amaria ler!
    Bjss, comenta por favor nessa resenha ajudaria muito: http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/12/resenhas-duplas-editora-arqueiro.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Nau também acho!
      Irei sim comentar em sua resenha! Obrigado pela visita!

      Excluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS