30/09/2015

O findar de um dia, a reflexão sobre a vida e uma xícara de café - Coluna Alves


   
Por Juliana Alves

     O sol já havia se escondido no horizonte quando os pés, mesmo cansados, gritavam estrondosamente pelas escadas do prédio. Era uma espécie de aviso que anunciava, de forma quase sagrada, a chegada dela ao seu local de sossego.

     A simples ação de encaixar a chave na fechadura desencadeava um verdadeiro redemoindo dentro bolsa. O calor das mãos parecia agir sobre os vestígios de poeira que lá se misturavam ao batom vermelho e outras tantas coisas, provocando movimentos giratórios enlouquecedores.

     Os incontáveis minutos perdidos, assim como o saco dos palavrões, já faziam parte daquele ritual que, ironicamente, se encerrava com o último giro na maçaneta e um agradecimento a Deus. O ponta pé, naquele pedaço de madeira retangular erguida sobre os seus olhos, era um escudeiro fiel. E quem a conduzia para o lado de dentro daquelas quatro paredes, de forma quase heroica, todos os dias.

     Mal os pés iniciavam o cafuné no tapete da sala, ela já se jogava loucamente entre os braços coloridos da velha poltrona de couro. Nesse momento, fazia questão de desvelar todo o corpo, jogando para bem longe, tudo aquilo que lhe sufocava, inclusive o sutiã - seu inimigo mortal naquela hora.

     Sem qualquer vestígio habitando a sua pele, ela caminhava lentamente até o banheiro. Lá, abria, sem medo, a torneira do chuveiro... não tinha qualquer preocupação. E, ao contrário da porta fechada, a água que caía provocava calmaria, tanto no corpo como na alma. Era, sem dúvidas, o melhor momento do dia...

     Fechava os olhos como se o tempo parasse naquela hora. Se permitia sonhar, algo que, dificilmente, conseguia fazer quando estava sobre a própria cama. Nas perdidas vezes em que abria os olhos, gostava de observar atentamente o movimento de despedida que a água ensaboada fazia ao passar pelas curvas do seu corpo, se embrenhando na escuridão que se escondia por baixo da tampa do ralo.

     A comparação com a vida real era inevitável. Talvez estivesse perdendo muito tempo ensaboando oportunidades. Quem sabe, algumas, nem precisassem ser lavadas? Os sonhos, pareciam desaparecer frente às dificuldades de realizá-los. Ou estavam sendo jogados para debaixo do ralo?

     Aos poucos, a água, agora limpa, ia desaparecendo. E o corpo, exalando o perfume e o frescor da limpeza. Exibindo a pureza e a beleza de sua alma feminina.

     Saiu do banheiro ainda molhada. Enquanto caminhava pelo corredor, à procura da toalha, observava atentamente os pingos que caiam no chão e que encharcavam a passagem, marcando o caminho que seus pés perseguiam. Novamente, se reportou à vida real e logo percebeu que o equilíbrio era algo importante para evitar determinadas quedas, mas, também, conseguiu compreender que, quando esperamos pelos caminhos perfeitos, corremos o risco de não sairmos do lugar, porque os pingos que demarcam a passagem não são eternos e, a qualquer momento, podem evaporar.

     A toalha é encontrada. Como de costume, lhe abraça o corpo. Segue em direção a cozinha. Uma xícara de café é requentada no micro-ondas. Ela não se importava com o fato de saber se era sobra da correria matinal, só queria esquentar o corpo de alguma forma, nem que fosse com alguns goles daquele café que, já não era mais tão saboroso...

********************

     Que bom retomar os escritos aqui, no Blog. Espero que o texto possa agradar a tod@s vocês. Beijão.

24/09/2015

#Resenha 50, Missão Pré-Sal 2025, da autora Vivianne Geber.


Missão Pré-Sal 2025

Sinopse: 
Missão Pré-Sal 2025 - Londres, segunda década do século XXI. Rodolfo Ruppel, oficial da Marinha brasileira, é enviado à capital britânica numa missão secreta, sob o pretexto de participar de evento de uma empresa especializada em defesa naval. Viaja com a esposa, Carla, e pretende aproveitar a oportunidade para tentar reinventar o casamento já desgastado. Pouco lhe é informado acerca da missão, mas sabe que terá de recapturar informações roubadas sobre o ambicioso Projeto Pré-Sal 2025, grande conquista tecnológica da Marinha brasileira: um submarino híbrido, semidiesel, seminuclear – a arma capaz de alçar o país à elite militar mundial –, cujo principal objetivo era a defesa do pré-sal brasileiro. As instruções, criptografadas em Os girassóis, de Vincent Van Gogh, envolvem Ruppel em uma rede de alianças e traições, trama intrincada em que conhece a misteriosa e sedutora engenheira naval Victoria Borges, que o conduzirá a um mundo de prazer e perigo até então desconhecido. Vivianne Geber é militar há 17 anos, prestando assessoria jurídica à Marinha do Brasil. Em Missão pré-sal 2025, a autora utiliza seu conhecimento profissional para trabalhar com grande habilidade questões factuais na envolvente trama de espionagem. 

Resenha

O livro conta a história de um oficial da Marinha brasileira, chamado Rodolfo Ruppel, que recebe uma missão para uma viagem em Londres e ao mesmo tempo, está numa fase nada boa no seu casamento. Ruppel precisa desvendar a sua missão onde ele deve recuperar as informações roubadas sobre o Projeto Pré-Sal 2015, da Marinha brasileira. E por falar na missão, ela é repleta de armadilhas, espiões, além de ser totalmente importante. 

O livro contem vários conteúdos a serem explorados, expandindo um grande conhecimento da autora em relação aos termos técnicos da Marinha, além de uma visão panorâmica do lado interno da Marinha, são alguns dos toques que apimentam a curiosidade do leitor através da sua habilidade de escrita que se torna esplêndida. 

E é claro, não só Ruppel atrai o leitor, a informante Victoria assim como Ruppel também tem um casamento um tanto que conturbado, o que acaba de certa forma ligando um ao outro. Duas pessoas que estavam envolvidos em algo onde eram apenas informantes.

O mistério do livro é uma boa proposta, dando uma temática que é interessante e bastante elaborada, chegando a momentos que tiram o fôlego, deixando sempre um ar de dúvidas, o que instiga o leitor a querer ler e desvendar o mistério. 

Confiram um trecho:

“-Você está querendo me dizer que eu trabalharia na Shelter e na Marinha do Brasil ao mesmo tempo? Um informante?”

“Madison falava naturalmente. Pelo menos estavam chegando ao ponto central da conversa.”

“De que tipo de informações vocês precisam?”

Resenhado por Anne

Deixe seu comentário abaixo!

20/09/2015

#Resenha 49, O Conde Enfeitiçado, da autora Julia Quinn.

O Conde Enfeitiçado - Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

Resenha

 

... Eu não diria que está sendo divertidíssimo, mas também não tem sido tão ruim. Afinal, há mulheres e, ode há mulheres, eu tendo a me alegrar.
- de Michael Stirling para o primo John, conde de Kilmartin, enviada do 52º Regimento de Granadeiros durante as guerras Napoleônicas.

Este é o sexto livro da série Os Bridgertons. Mais uma vez Julia Quinn soube revelar o seu dom de escrever romances de época.
Confesso que primeiramente, fiquei com um pé atrás da orelha, mas ao prosseguir com a leitura me deparei mais uma vez com um talento belíssimo de escrita, algo que poucos autores conseguem fazer, unir todo o livro sem interrupções. Pois é, essa é uma das características da autora Julia Quinn que me viciou.
O Conde Enfeitiçado conta a história de Francesca, ou para os mais íntimos, a número seis dos Bridgertons. Frannie como é chamada por alguns da família, está casada com um conde da Escócia, John Kilmartin. Um homem que fez de Francesca uma mulher casada e feliz. O início do livro conta um pouco da relação deles dois, e garanto que se a história fosse deles, eu também estaria satisfeito.
Mas... a história não é sobre John e Francesca, e sim sobre Francesca e Michael. Antes que você pense: Julia Quinn colocou traição no livro dela? Não, não foi nada disso, simplesmente ela colocou nessa história algo do destino, uma morte prematura. John (isso não é spolier, pois tem na capa do livro sobre isso) morre ainda jovem, após sentir fortes dores de cabeça e ir deitar, não acordando mais. Sim é triste ler isso, porque Francesca amava muito o esposo, porém o destino arranca-o dela.
Michael o primo mais próximo de John recebe o título e o condado, e se vê encurralado a tudo isso que para ele nunca receberia. Porém, o que mais o deixa preocupado é o fato de amar a viúva. Michael é apaixonado (secretamente) por Francesca antes mesmo que ela estivesse casada com John, porém como sempre fora um libertino devasso sem título, acabou perdendo a oportunidade de se casar com a mulher que se ama e deseja ardentemente.
Bem, então a história irá começar a girar em torno da vida da jovem viúva Francesca, e do novo conde de Kilmartin, Michael.
Porém, nesse livro, Julia Quinn caprichou ainda mais na essência do romance e dos sentimentos. Eu sinceramente gostei muito do livro, os diálogos são maravilhosos (como sempre), as narrações são ainda melhores, pois a autora penetrou bastante no consciente dos dois personagens. Sem contar, é claro, que um dos mais queridos dos Bridgertons aparece em algumas partes do livro. Colin. Como sempre, esperto, acaba descobrindo que Michael ama sua irmã e o encoraja a se casar com ela.
E é nesse rolo de lã, que a história se destrincha. Francesca não consegue aceitar que pode amar outro homem, pois imagina que esteja traindo o esposo falecido, e Michael não consegue aceitar que ama ainda mais a esposa do seu primo John.
Para quem gosta de um romance, e principalmente dos livros de Julia Quinn, não deve deixar de ler O Conde Enfeitiçado. A história é perfeita por si só, e sendo dos Bridgertons é melhor ainda.

Espero que tenham gostado da resenha e não esqueçam de deixarem a opinião de vocês.

Resenhado por Tony Ferr

16/09/2015

ETÍLICA - Coluna Idalan


ETÍLICA
Por: Monnique Idalan






NO ELEVADOR...

a calça clara é muito apertada pra disfarçar a urina correndo entre as pernas. 
o dedo, elétrico, fricciona o botão do elevador com uma pressa urgente.

o líquido transparente forma uma pequena poça no piso do elevador 
8º andar.

alívio
vergonha.

empurra a porta e sai

alívio
vergonha.

NO APARTAMENTO...

a porta parece emperrada
ou a chave parece não combinar
ou está bêbada demais. 

tenta outra chave
deixa cair
tenta de novo
abre a porta e entra. 

o sol alcança o sofá da sala
pés descalços pra não fazer barulho
o banheiro, na primeira ou segunda porta

na primeira ou na segunda?

NA COZINHA...

no chão o consolo
uma mão ampara a calça descida no meio das pernas 
a outra mergulhada num pote de sal

pressão baixa
o corpo cai
a mente se lança ao abrigo

apaga.


 ***

Oiiii leitores, espero que tenham gostado desse conto. deixe sua opinião! Até a próxima ;)

Rocco demite!

Via PublishNews

Paulo Rocco disse ao PublishNews que as medidas ‘são normais em qualquer empresa’

Cerca de dez funcionários da Rocco foram desligados na última segunda-feira (14). O corte atingiu pelo menos quatro editores: Miguel Conde, Monica Maia, Erika Nogueira e Anna Buarque. Do departamento comercial, saiu Rosi Andrade, gerente de vendas para governo. “Depois de uma magnífica participação na Bienal do Rio, resolvi tomar algumas medidas, que são normais em qualquer empresa, um reposicionamento frente ao mercado para que a editora siga competitiva como sempre foi”, declarou Paulo Rocco ao PublishNews. “Lamento que algumas poucas demissões foram feitas, mas faz parte de nosso projeto a substituição de algumas pessoas, a quem só tenho que agradecer por sua dedicação. A Rocco continuará a crescer ocupando o espaço de inovadora e arrojada, que tem nos acompanhado por todo o tempo de sua existência”, completou o diretor.
Matéria aqui

07/09/2015

#Resenha 48 TUDO O QUE PRECISAMOS SABER, MAS NUNCA APRENDEMOS SOBRE MITOLOGIA, do autor Kenneth C. Davis.

Título original: Don't Know Much About Mythology
Autor: Kenneth C. Davis
Editora: DIFEL - selo editorial da Editora Bertrand Brasil LTDA. 
ISBN: 978-85-7432-137-0
Ano: 2015
Páginas: 728
Classificação: 
Gênero: Ficção
Onde comprar: Submarino l Cia dos Livros l Livraria da Folha



"De onde viemos? Por que as estrelas brilham e as estações do ano mudam? O que é o mal? Desde o princípio dos tempos, a humanidade vem respondendo a essas perguntas com histórias criativas, que já foram utilizadas pela religião, ciência, filosofia e literatura popular. Neste volume, Davis introduz e explica os grandes mitos mundiais, bem como as obras de literatura que os tornaram famosos, abordando, entre outros, o mesopotâmico Gilgamesh, o primeiro herói da mitologia; Aquiles e a Guerra de Troia; Stonehenge e os druidas; Thor, o deus nórdico dos trovões; e A vida e as grandes dificuldades enfrentadas pelo homem que se tornou Buda.

Sempre informal e instrutivo, o autor mostra por que as narrativas ancestrais sobre deuses e heróis continuam nos emocionando até hoje, em filmes, arte, linguagem e música."


O que é a mitologia? Qual a diferença entre os mitos e a mitologia propriamente dita? De onde viemos? 
Praticamente todas as questões que lidamos no decorrer de nossa vida são respondidas neste livro. 
Este é o tipo de livro que aborda todos os temas de forma precisa, calculada e de fácil entendimento fazendo com que o leitor expanda sua mente e construa suas próprias opiniões sobre determinado tema.
Cada capítulo narra sobre uma mitologia existente no mundo, indo desde a mitologia egípcia até os mitos das Américas e das ilhas do Pacífico, trazendo um conhecimento inimaginável para o leitor.
Tudo O Que Precisamos Saber, Mas Nunca Aprendemos Sobre Mitologia é um prato cheio para os futuros historiadores e para aqueles que querem aprender sobre quais são as histórias que servem de base para o mundo contemporâneo.
Kenneth C. Davis merece vários aplausos para a coleção "Não Sei Muito Sobre", onde aborda vários temas polêmicos e simbólicos que enriquecem o conhecimento do leitor.


05/09/2015

Lançamentos Editora Novo Conceito



Olá, pessoal!

Vamos conhecer quais são os lançamentos deste mês na Editora Novo Conceito?
Alguns dos livros em breve serão resenhados aqui no blog.

Vamos conhecer?

Autor(a): Vanessa Bosso
Gênero: Romance, LITERATURA NACIONAL
Nro Páginas: 288
ISBN: 9788581637891
Sinopse:
A primeira experiência amorosa de Nina não foi nada boa. Diante de tamanha decepção, a garota não quer saber de namorados e seu coração virou uma pedra de gelo. No colégio, os garotos lançam uma aposta a Lex, o grande pegador , daqueles que arrancam suspiros até mesmo de objetos inanimados. Será que ele, com todo seu poder de sedução, conseguirá conquistar o coração de Nina? De forma hilária e dinâmica, a autora levará os leitores a uma viagem inesquecível, na qual a amizade e o amor reinarão em absoluto... Até que uma vingança surja em cena para estragar tudo. Quem sairá vencedor? 
Façam suas apostas. O jogo está prestes a começar.


Autor(a): Christian Figueiredo de Caldas
Gênero: LITERATURA NACIONAL
Nro Páginas: 160
ISBN: 9788581637822
Sinopse:
Tô de volta, meus lokões e lokonas!
Pra deixar vocês ainda mais ligados nas minhas aventuras.
Como todo adolescente, eu já aprontei bastante e sobrevivi a muitos sentimentos. Alguns deles eu descrevo nos vídeos do canal EU FICO LOKO, onde tem uma galera que me acompanha. Outros, guardo para estes encontros especiais que tenho com vocês, através dos meus livros. Viagens, escola, festas, namoros, amigos, família, Copa do Mundo... Cada um desses assuntos traz ótimas recordações. E muitos segredinhos também. Se você gostou das histórias do meu primeiro livro, vai ficar ainda mais ligado nas situações que reservei para esta continuação! Ou, como eu adoro dizer, as histórias que tive medo de contar no primeiro livro. Ficou curioso? Então chega mais! 

Autor(a): Sarah Butler
Gênero: Drama
Nro Páginas: 256
ISBN: 9788581637778
Sinopse:
Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?
Autor(a): Nick Vujicic
Gênero: MOTIVACIONAL - CRISTÃO
Nro Páginas: 192
ISBN: 9788581637747
Sinopse:
Nick suportou o bullying de várias maneiras por ser “;diferente”;. 
Entretanto, ele aprendeu que não se deve entrar no jogo de um bully — e nem você deve ser um. Em Fique Forte, Nick mostra algumas estratégias para criar “;um sistema de defesa”;, que permitirá enfrentar os bullies e o motivará a desenvolver sua autoconfiança.
Nenhum bully pode definir quem você é.
Você está sofrendo com o bullying? Você pode enfrentar isso, porque tem mais poder sobre seus sentimentos e sua vida do que imagina! Basta conhecer Nick — o homem sem braços nem pernas, e que tem uma vida absolutamente boa! 

Autor(a): Bella Andre
Gênero: Romance, Erótico
Nro Páginas: 320
ISBN: 9788581637655
Sinopse:
A bem-sucedida corretora de imóveis de Seattle, Mia Sullivan, não é nada boba... A não ser naquela única semana em que entregou seu coração a um músico sensual, que não lhe deu nada em troca além de dias e noites perfeitas em sua cama. Apesar de ter jurado que nunca mais o veria, ele foi o único homem de quem não conseguiu se esquecer. 
Um dos roqueiros mais desejados do mundo, Ford Vincent pode ter a mulher que quiser... exceto Mia Sullivan. Agora ele sabe que as milhares de fãs que cantam suas músicas não podem preencher o seu vazio. Só o amor de Mia tem esse poder então, ele jura fazer tudo o que for preciso para conquistar o coração dela novamente. Depois de um reencontro, uma atração intensa surge entre eles. Será que, finalmente, Mia e Ford irão descobrir um amor forte o suficiente para durar para sempre?


Autor(a): Renan Carvalho
Gênero: LITERATURA NACIONAL, Fantasia
Nro Páginas: 480
ISBN: 9788581637914
Sinopse:
Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como vencer os novos inimigos? Conseguirá Luana despertar sua verdadeira força? Como Leran agirá diante da evolução dos poderes da irmã? É o que você vai descobrir em Supernova: A Estrela dos Mortos.


E ai pessoal, já escolheram quais vão ler?

04/09/2015

O medo da morte - Coluna Alves

     Por Juliana Alves


     Acordar. Respirar. Sentir o dia. Caminhar pelo mundo. Saborear a vida.
  
     Parecia rotina normal. Cotidiano igual. Mas algo resolveu sair do script. E a vida, nesse dia, se fez banal.

     Arrodeando os entulhos da banalidade, lá estavam: meu desespero, minha angústia, minha dor, meu medo, meu temor.

     Entender a morte e todos os sentimentos que a envolve é, senão o maior, um dos maiores medos que carrego, hoje, dentro de mim. E não me refiro, nesta situação, à minha morte, mas àquele momento sombrio, ingrato e covarde de despedida deste mundo físico daqueles que tanto amo; por quem consigo fazer brotar, cultivar, nutrir e compartilhar os melhores sentimentos que poderiam florescer em mim.

      Parece estranho e esquisito falar sobre isso agora, às vésperas de um final de semana. Soa de modo nebuloso e entristecedor, pois enquanto muitos devem querer celebrar a vida, eu retomo este meu temor.

      Ah, mas essa reflexão não é à toa! Acabei de me deparar com uma situação que envolve a sua protagonista, o que me encurralou, me pôs contra a parede, a ponto de querer discutir sobre este medo e todas as angústias que o permeia, as quais, a todo momento, sempre estou querendo me esquivar, evitar, fugir. Agora, não dá!

      E questionei-me, então: por quê? Por que temer, talvez, uma das certezas mais evidentes na vida de um ser humano?

      E fiquei... Pensei... Calei...

      Procurar a grande resposta para compreender tudo isso, é um desafio! Talvez, porque ela possa nem existir... Possa não ser única... Mas, certamente, estabelece uma conexão muito forte com algumas razões que acreditamos, defendemos e compartilhamos. E essas, por sua vez, estão interligadas intensamente com a necessidade que nós, humanos, temos de perceber, de notar, de sentir somente o que, materialmente, concretamente, se faz presente em nossas vidas. E é essa mesma necessidade que acaba, muitas vezes, conduzindo nossas ações diárias. Controlando parte de nossos sentidos. E em situações mais drásticas, atrofiando alguns deles. E, quase sempre, deixamos de perceber, de sentir, de ver, de tocar e aproveitar o que de melhor esta vida tem a nos oferecer. Ou vocês acham que é comum encontrarmos, por aí, pessoas que possam nos falar das experiências reais deste mundo? Experiências que podem envolver momentos únicos, ímpares. Indo desde a ação mais simples, mas cheia de significados, beleza e pureza, como apreciar o voo de uma borboleta em seu pouso rasante, sedenta, ao encontro do néctar de mais uma flor; até uma situação desalentadora, como o cheiro da miséria, da fome e do abandono... problemas latentes que nós, seres humanos, em plena vida, às vezes, não conseguimos enxergá-los. E com isso, também, não conseguirmos viver a essência daquilo que realmente importa: a vida.

      ... É, talvez eu não tenha encontrado a resposta para o medo que ainda alimento acerca da morte mas , com certeza, consigo perceber o que melhor existe na vida e quero continuar alimentando isso até o momento em que não possa mais fazê-lo, pois viver, é sem dúvida, o nosso melhor presente, por essa razão, não pode ser aberto de qualquer forma, apreciado de qualquer jeito. É preciso sentir a vida com a alma, porque nem sempre o mais importante dela poderá ser avistado. Na maior parte do tempo, isso só poderá ser feito com o nosso coração, porque como já sabemos “o essencial é invisível aos olhos”.

********************

     Que esse texto possa fazer com que vocês reflitam sobre o que é, de fato, importante neste mundo. Deixem de lado os supérfluos do dia a dia e vivam a essência desse grande presente que é a vida.
     Um final de semana cheio de amor para tod@s vocês!




02/09/2015

ÀS MOSCAS - Coluna Idalan




ÀS MOSCAS

por Monnique Idalan
           
Sento e pouso meus braços sobre a mesa. A primeira, bem perto do balcão do bar. Três cadeiras vazias, e às moscas.
No balcão extenso, copos são enxugados e empilhados. Garrafas com selos desbotados enfeitam as prateleiras. Muitas vazias, algumas cheias, outras nem tanto.
A música brega não é alta o bastante. Não dá para disfarçar o zumbido das moscas. Parecem conversar sobre as mesas. Observo sem nada pedir do bar.
Duas insistem em me fazer companhia. Tento afastá-las abanando uma das mãos. Vão. E voltam. Tento várias vezes e inutilmente. 
Desisto, relaxo, e assisto uma mosca sobre a outra. Elas copulam na minha mesa. Sem vergonha, sem cerimônia, sem sentimento talvez.
Resolvo pedir algo para beber. Água afastaria minha sede. Cachaça afastaria minha solidão. Garçom sirva-me do melhor!
Ergo o copo, cheio até a boca, e esvazio num único trago. Amargo, cortante, mutante. Agora volto às minhas companhias proferindo um salve com um zumbizar.

***
Oi pessoal, espero que tenham gostado desse mini conto, deixe sua opinião!!! Até a próxima quarta ;)

01/09/2015

Aniversário do blog "Atributos de Verão"


O Atributos de Verão está prestes a completar seu primeiro ano! Essa data tão especial está chegando, e é com muita alegria que o Dicas Literárias fará parte dessa incrível festa. Serão dez livros e diversos marcadores para dois sortudos.  Então, não fique fora dessa festa! Venha comemorar conosco!

 O Período de inscrição será do dia 01/09/2015 à 01/10/2015;

Regras:
- Para se inscrever é necessário preencher corretamente as entradas obrigatórias no formulário do Rafflecopter. As demais entradas são opcionais, mas lembre-se: quanto mais entradas preencher, mais chances de ganhar;
- Residir ou ter endereço de entrega em território nacional;
- Cada blog é responsável pelo envio do seu respectivo prêmio, ou seja, os prêmios chegarão individualmente e em prazos diferentes; 
- O prazo de envio dos prêmios será de 30 dias após a divulgação do resultado; 
- O resultado será divulgado em no máximo 5 dias após o término das inscrições neste mesmo post; 
- Os ganhadores receberão um e-mail e terão 3 dias para entrar em contato. Caso não haja o contato dentro desse prazo faremos um novo sorteio; 
- Não nos responsabilizamos por extravio dos correios e/ou endereços incorretos
- Não serão aceitos perfis promocionais.



• As Vantagens de Ser Invisível - Atributos de Verão
• Desejo e Honra [autografado nominalmente] + Marcadores - Café com Livro
• Eve e Adam + Marcadores - Alegria de Viver e Amar o que é Bom
• Claro que te Amo - Mademoiselle Loves Books
• Herdeiros do Trono [autografado] + Marcadores - Meu Passatempo Blá Blá Blá

a Rafflecopter giveaway

• Como falar com um Viúvo - Peregrinos da Noite
• Estrada Livre + Marcadores - Dicas Literárias
• O Clã de Rhett Butler + Marcadores - Mundo em Cartas
• Um Conto do Destino - Ler para Divertir
• Nove Plantas do desejo e a Flor de Estufa + Marcadores - Literaleitura

a Rafflecopter giveaway
DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS