13/08/2015

#Resenha 45, Para onde vai o amor?, do autor Carpinejar.



Sinopse: Para Onde Vai O Amor? - O amor não é uma propriedade de quem sente, é uma transferência total para quem é amado Você que está vendo este livro com dúvida se precisa dele, você não precisa dele, precisa de si, vive caçando uma palavra que confirme o que deseja, está atrás de um escritor que possa lhe recomendar de volta para quem brigou, com capacidade de explicar o que sente e traduzir seus tormentos. Mas já sabe o que deseja, não há como convencer do contrário, os amigos mostraram que seu relacionamento não tem futuro. Não acredita neles, acredita somente no milagre. E como justificar um milagre, ainda mais para quem não tem mais fé? Eu entendo o que está passando: sua raiva, sua amargura, seu cinismo, seu desencanto. Percebeu que a razão não conforta, que a vingança ou o perdão não ressuscita a tranquilidade, que o fundo do poço nunca se equivale ao nosso fundo. Você parece normal, mas todo mundo deixa de ser normal quando se apaixona e se separa. Se sua expectativa é por uma solução, eu guardo apenas uma certeza que trará alívio mais adiante: você não vai desistir. Quando diz que acabou a relação, é que está procurando um outro jeito de recomeçar. Em seu novo livro de crônicas, Carpinejar apresenta 42 textos que sobre amor, desilusão amorosa, casamento, divórcio, saudade e outros sentimentos que compõem os relacionamentos. • Novo livro de crônicas do autor gaúcho. • Décimo sexto livro do autor publicado pela Bertrand Brasil — oitavo de crônicas.


#RESENHA

Nem sei como começo a falar sobre esse livro, porque simplesmente não há explicação prolongadas sobre ele. Para onde vai o amor? é um livro de crônicas que não são simplesmente textos avulsos, recheados de palavras mortas e sem sentido, este livro é algo que nos leva a refletir sobre cada crônica escrita, cada opinião dita e cada mensagem passada. Carpinejar possui uma escrita limpa, macia e acima de tudo forte. Ele conseguiu em poucas páginas e várias crônicas despertar um sentimento interno em mim que não é tão simples descrever. A forma como o autor descreve, compara, simboliza o amor é realmente tudo aquilo que muitas pessoas não enxergam, pois esse sentimento não é somente “eu te amo” como diz o autor é algo maior, algo que para ser sentido é preciso ir além de um simples gesto. 

Abrimos a porta somente para quem não nos merece, enquanto quem nos merece jamais recebe a sua chance. 

São 58 crônicas que contam de uma forma graciosa os momentos da vida de um casal apaixonado, de alguém que acha que sabe o que é amar, de como é difícil dizermos adeus... são reflexões que merecem ser lida e relidas sem pensar duas vezes.

Desejamos ter o controle dos fatos, mandar na vida, demonstrar poder e se antecipar ao pior. Mas, em alguns momentos, não decidir é a melhor decisão que a gente pode tomar.

Não foram todas as crônicas que mexeram comigo, porém várias delas. Notei que o autor possui um vasto conhecimento sobre relacionamentos, pois como ele conta que um casal deve fazer para superar um perda, uma discussão até mesmo uma traição somente pessoas que já passaram por isso, ou convive com pessoas que já sofreram isso sabe contar tão bem. Também, não sei se vocês irão perceber ao ler o livro, que o autor não idolátra o amor como muitas pessoas fazem, ele faz desse sentimento algo sim puro e importante, porém que muitas vezes pode ser causas de muitos problemas na vida de uma casal. ele mesmo cita o ciúme como um deles (óbvio que isso ele deixa bem claro que não é amor, mas é uma consequência daqueles não sabem cuidar do sentimento que é dado).

A beleza também é outro ponto importante que o autor cita várias vezes durante trechos das crônicas, tem uma mesmo que ele cita a atriz Brigitte Bardot como exemplo, pois para ele uma mulher bonita não deve só se casar com um homem bonito e sim se casar com aquele que consegue enxergá-la, ouvi-la e admirá-la.

Você acha que a mulher está com um homem feio por falta de opção?
Porque não teve chance com algum bonito?
Você pensa que ela é frustada? Ou que é cega e um dia vai enxergar onde ela se meteu?
Quanta tolice. É apenas seu medo de não entender o que aconteceu. é seu receio da concorrência secreta, de que sua fórmula estética não sirva.

Bom acredito que por esse trecho acima você deve ter ideia sobre o ponto de vista do autor em relação a beleza e o caráter.
Um livro que entrou para a minha lista dos melhores. Nunca imaginei que amaria tanto um autor nacional que escreves crônicas de uma forma tão simples e fácil de compreender, porém rica de ensinamentos e reflexões capaz de fazer-nos parar e pensar: estamos mesmo amando corretamente?

Você não se arrependerá se ler este livro.


Entre os mais vendidos do PublishNews!

Resenhado por Tony Ferr
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

14 comentários:

  1. Eu sou apaixonada pelo Carpinejar e pela narrativa dele,a forma que ele descreve os sentimentos é realmente única e nos tira do eixo e nos faz refletir de forma intensa e profunda... estou a algum tempo sem ler nada dele e acho que vou reencontra-lo com este livro.

    Sua resenha me conquistou...

    bjssss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu coloquei esse livro na minha wishlist de setembro e quero muito ler. Não é o meu gênero, mas eu gostei tanto dele... Sei lá sabe? E sua resenha me empolgou mais ainda, meus parabéns!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tony, que bela resenha! Fiquei com aquela louca vontade de sair correndo para a livraria mais próxima e adquirir esse livro. :) Eu o peguei em mãos na livraria e gostei muito da capa e da proposta. Cheguei a adicioná-lo entre os que desejo ler, independentemente de resenhas, porque gosto muito do autor. Saber pelas suas palavras, no entanto, que a obra realmente vale a pena e cumpre o que promete me deixou entusiasmada! Adoro crônicas que são cheias de significado.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tony...
    O autor parece escrever mesmo lindamente e de uma maneira que coloca o leitor para refletir.
    Já tinha visto uma resenha desse livro, e tinha me interessado. Adorei a resenha.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Tony. Sua resenha me fez me interessar pelo livro, até o momento não tinha nenhuma expectativa sobre ele, mas agora quando eu tiver a oportunidade com certeza irei lê-lo!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Não sou muito fã de livros com crônicas e coisas do tipo, então não sei se leria o livro tão cedo, por mais que tenha ficado curiosa com a sua resenha. A capa é muito linda, adorei ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hey Tony, eu já andei lendo o blog do Carpinejar e tbm concordo com vc que ele é um autor de grande experiencia, e ele não disfarça as coisas ele as mostra como realmente são.... cruamente.... sua resenha ficou ótima e quem sabe um dia eu terei esse livro em mãos para lê-lo....
    um abraço.
    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | Amantes de Jane Austen no FB

    ResponderExcluir
  8. Oie!!
    Nunca li nada do autor, mas sabe aquele vontade louca de ler? Então eu tenho...
    São tantas resenhas positivas, que como não ter, a resenha ficou ótima.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Tony,

    Eu gosto muito do Carpinejar, ele é um cara muito inteligente e parece ser bem sensível a muitas questões e, pela leitura da sua resenha esta minha percepção procede. Fiquei bem interessada em ler Por onde vai o amor graças às suas reflexões.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tony, tudo bom?
    Li algumas páginas de Me Faça Chorar do Carpinejar e gostei bastante da escrita e da inteligência na forma de transmitir os sentimentos e provocar reflexões e, pela sua resenha, parece que ele continua o mesmo (ainda bem!). Espero poder ler Para Onde Vai o Amor? algum dia ;-)

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nossapela sua resenha esse livro deve ser maravilhoso
    Adoro livros que nos faz parar pra pensar.
    Adorei esse quote e gostaria muito de um dia ler esse livro
    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olha em primeiro momento o titulo do livro me chamou bastante atenção, mas eu não sei se compraria ele, porque você disse que nem todas as cronicas mexeram com você. Gosto daquelas que me envolvem sabe? Eu até gosto. Mas não sei se esse seria o livro pra mim. Mas mesmo assim achei tão linda a capa e sendo da BERTRAND que é uma ótima editora com certeza deve ser um livro que vale a pena ter. Enfim...Acho que vou dar uma olhadinha no preço dele, porque acho que posso vim a conhecer. =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/08/resenha-mentiras-que-confortam.html\

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Por mais que a capa não tenha me atraído de forma alguma, sou muito fã de crônicas e com certeza não perderei esta recomendação. Além disso, achei super interessante obras que nos fazem pensar sobre a vida.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Gosto de livros que sejam bem reflexivos.Confesso que lendo, de inicio, achei que não me interessaria, mas, acabei me interessando pelo livro. O assunto abordado é bem complicado, sentimentos, relacionamentos, enfim, acho que gostaria de lê-lo.E preciso confessar: Não conheço o autor! o.o

    Beijo!

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS