28/07/2015

#Resenha 40, Remissão da pena, do autor Patrick Modiano


Sinopse: Patrick e seu irmão são confiados a amigas de seus pais em Paris após a Segunda Guerra. Das mulheres responsáveis pelos dois meninos pouco se sabe além do que revelam os trechos de conversas entreouvidas por Patrick: que uma delas é uma pessoa triste e que a outra foi artista de circo. Isso e o fato de receberem as visitas frequentes de Jean D. e Roger Vincent durante o dia e de diversos visitantes noturnos. Nesse mundo intangível, os dois irmãos seguem de mãos dadas pela infância através da rue du Docteur-Dornaine e em meio a visitas a castelos, excursões a Paris, leitura de histórias de aventura, tardes ouvindo rádio — sempre à espera de que, um dia, alguém volte para buscá-los.


RESENHA

Remissão da Pena é um livro lançado pela Editora Record do autor francês Patrick Modiano. O livro é uma narrativa psicológica pelos olhos de um garoto chamado pelo apelido de Patoche.
Bem a história é narrada na cidade de Paris por um garoto de cerca de onze anos. O livro não tem muita descrição dos personagens principais apenas o que eles estão fazendo. Bem eu achei que poderia ter sido mais aproveitada a história foi tudo tão corrido.
O menino é criado por um grupo de pessoas desconhecidas para ele. Patoche e seu irmão que não tem nome rsrs, pelo menos o autor não citou durante o livro vivem nessa casa de favor, são bem tratados por alguns e por outros são desprezados. O livro conta um pouco sobre como é a vida de uma criança que é abandonada pelos pais. Tudo que Patoche precisa ele tem que esperar que alguém dê a ele. A vida do garoto é um pouco triste, porém Annie uma das mulheres da casa cuida dele como um filho, o matricula em uma escola, leva ele para passear e tudo, preenche mesmo que por um curto espaço de tempo a falta de família que ele e seu irmão sofrem.
Bem o livro é pequeno com apenas 128 páginas e a história acaba rapidamente. É um pouco triste porém é possível entendermos a ideia do autor, mas acredito que ele poderia ter caprichado mais principalmente nos diálogos que mal existem no livro, e eu me senti perdido as vezes sem saber como estava caminhando o dia a dia dos personagens, até por que como o livro é narrado em primeira pessoa, tudo só ocorre quando Patoche está presente. Bem, como eu disse, acredito que o autor pudesse ter aproveitado mais a história e não ter feito algo tão rápido onde muitos personagens ficam esquecidos no meio da história.
Para quem gosta de livros psicológicos esse é uma boa escolha. Eu não amei o livro, mas achei interessante a ideia, mas o autor pecou na atração que não existe dos seus personagens.

Abraços,
Tony
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

13 comentários:

  1. Muito bom !!! Deu vontade de ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim um livro super interessante, bem forte!

      Excluir
  2. Olha eu gosto muito de livros psicológicos mais não sei senti falta de algo na sua resenha, enquanto estava lendo não senti aquela vontade de conhecer mais sobre o livro , na verdade eu não senti que o livro é bom vc disse que os personagens são poucos descritos e de que a pouco dialogo então meio que fica aquela sensação de que falta algo . Talvez se vc tivesse colocado uma opinião mais pessoal na resenha eu não ficaria com esta sensação. Se puder me responder esta duas perguntinhas me ajudaria muito a ter uma opinião mais definida em relação a historia . Você gostou do livro , recomendaria para alguém? Espero que não se sinta ofendido com meu comentário
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      Alterei a resenha veja ai! Abraços!

      Excluir
  3. Olá, Tony! Tudo bem?

    Não conheço nada desse autor, mas me interessei pela sinopse. E o fato de ele ser Nobel, interessou-me muito mais. Fiquei triste pelo fato de que a história é corrida, mas não desanimei de procura-la para ler.

    Beijos

    P.S Adorei o blog! Já estou seguindo.

    @rhadijapraia
    http://amoremprosaecia.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/amoremprosaecia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Radija!
      O livro é bom, porém como eu disse corrido em certos pontos como se o autor tivesse pressa em terminar.
      Obrigado!! Irei retribuir também!

      Excluir
  4. Gostei bastante da sua resenha, eu ainda não conhecia o livro,mas ele parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline!
      Procure o livro para ler, possa que ser sua visão seja diferente!
      Abraços!

      Excluir
  5. Olá, Tony!
    Quero ler a obra simplesmente por ter sido premiada e isso aumenta a minha curiosidade, mas confesso que não estou com altas expectativas. Acho que me sentirei como você durante a leitura – um pouco perdida e sentindo que o autor poderia ter aproveitado ou lapidado melhor sua própria história. De qualquer modo, pretendo ler algo dele e provavelmente será esse livro.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim também fique muito na expectativa para ler o livro, por causa do prêmio, mas muitas pessoas se identificaram com a história, mas é como eu disse: ela é boa só achei que podia ter sido um pouco mais aproveitada. Abraços Francine! Obrigado pela visita!

      Excluir
  6. Olá Tony,
    Eu não conhecia o livro e confesso que esse não é o gênero literário que de fato me fascina, não que eu não leia, mas não é o meu preferido. Sobre o livro a história parece ser interessante, mas não despertou a minha atenção, não gostou de livros que não tenham muito diálogo, acho que a leitura fica um pouco maçante e eu gosto de imaginar os personagens e tudo, como posso fazer isso se não tem as caracteristicas e tudo mais... infelizmente nao dá

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia o livro, mas fiquei interessada por conta da premissa ser algo diferente do que estou acostumada a ler e é bom sair da zona de conforto às vezes :D

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Uma pena a história ser tão corrida, acho que seria bem melhor se houvesse mais descrições, né? Gosto bastante de livros mais para o lado psicológico, como você falou, então com certeza vou querer ler. Já anotei aqui :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS