30/06/2015

#Resenha 36, Vango: Entre o Céu e a Terra - Vol. 1, autor Timothée de Fombelle

Título: Vango: Entre o Céu e a Terra - Vol. 1
Autor: Timothée de Fombelle
Editora: Melhoramentos
Ano: 2014
Páginas: 360
Sinopse: Vango é um jovem de origem misteriosa que fala cinco línguas e aprendeu sozinho a escalar muros e paredes e a andar por telhados perfeitamente. Os segredos de seu passado colocam sua vida em perigo, e a única certeza que ele tem é que, desde os 14 anos, alguém o persegue.
Resenha: Quando eu olhei a sinopse desse livro e li a palavra “mistério” não imaginei que seriam tantos, porém um ponto que achei mancada,foi a orelha do livro, onde é contada uma parte da história que, na minha opinião, teria sido mais interessante se fosse uma “surpresa”, então, fica a dica: se gostar do suspense, não leia a orelha desse livro!
A história começa na França, durante a cerimônia onde Vango se ordenará padre. Tudo parece calmo e tranquilo, mas a história dá uma guinada radical e no momento seguinte, Vango está sendo perseguido pela polícia francesa, se esquivando de tiros e ainda tem tempo de fazer uma escapada cinematográfica! No primeiro capítulo, o ritmo do livro é bastante acelerado, o mistério que envolve toda a história começa a aparecer e as dúvidas de quem lê, também. Eu fiquei muito intrigada com tudo que aconteceu no início, porque nem o próprio Vango sabia o motivo de estar sendo perseguido pela polícia, mas por ser um cara MUITO desconfiado, ele foge e aí é que começa a nossa saga, viajando de um lado pro outro junto com Vango e os personagens ilustres e verídicos que aparecem na história, como Hugo Eckener, o comandante do Graf Zeppelin.
O livro é dividido em três partes, a narrativa muda de ponto de vista em alguns capítulos e também aparecem muitos fashbacks, principalmente de Vango, o que nos ajuda a entender melhor a história do garoto desde a sua infância, que é outro mistério. Eu particularmente adorei a do estilo do Timothée, principalmente as descrições dos lugares que surgiam no livro que me faziam imaginar os momentos com muito mais detalhes. A característica que mais me chamou atenção foi a quantidade de mistério presente no livro, tudo era uma incógnita na vida do Vango, o que me fazia não querer parar de ler e me enchia de perguntas, tipo: “Quem é a Ethel exatamente?”, “Como assim a Mademoiselle não lembra de nada?”, e por fim: “Por que estão perseguindo o Vango?!” e muitas outras. O fato do livro se passar em 1934, período entre as duas Guerras Mundiais, também é bastante interessante porque notamos o cuidado que o autor teve com as pesquisas históricas. E o que dizer sobre o final desse livro? Eu estou aqui, morrendo de curiosidade para saber o que acontece no próximo volume! E tenho certeza que vai ser tão instigante quanto esse!
Vango tem as medidas certas de ação, aventura, mistério e até uma pitada de romance, tudo pra deixar você preso a história até a última página!

Resenha por Fabrine Claudino.


Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

5 comentários:

  1. Heey!
    Esse é o meu tipo predileto de livro, com certeza vou lê-lo na primeira oportunidade ^~^
    Abraços!!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Mais um para a lista de leituras 😊

    ResponderExcluir
  3. Que diferenciado hein! Um seminarista numa aventura louca, adoreiiii a premissa desse livro.

    ResponderExcluir
  4. Resenha interessante....Beijos Rô Mierling....

    ResponderExcluir
  5. Ah resenha interessante, confesso que nunca tinha lido livros com tanto mistérios. Mas esse deu até vontade de ler.

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS