03/06/2015

#Resenha 34, Menino de Ouro, da jovem autora Abigail Tarttelin

Título: Menino de Ouro
Autora: Abigail Tarttelin
Editora: Globo Livros
Ano: 2013
Páginas: 384


Sinopse: A família de Max não permitiria nenhum desvio na imagem perfeita que havia construído. Karen, a mãe, é uma advogada renomada, determinada a manter a fachada de boa mãe, esposa e profissional. Steve, o pai, é o exemplo do chefe de família presente em sua comunidade, favorito a um importante cargo público. O ponto fora da curva é Daniel, o caçula, que, para os padrões da família Walker, é “estranho”: não é carinhoso, inteligente ou perfeito como Max. Melhor aluno da escola, capitão do time de futebol, atlético, simpático, sucesso entre as garotas: Max, o primogênito, é o menino de ouro. Ninguém poderia dizer que sua vida não é perfeitamente normal. Ninguém poderia dizer que Max esconde um segredo.


     Olá pessoal! Eu sou Gabriel Araújo e entrei para o "clubinho" do Dicas Literárias \o/\o/\o/\o/ Estarei a partir de hoje juntinho de vocês, discutindo sobre LIVROS que amamos tanto, ou nem tanto as vezes kkkkk Ok, let's go!!!

“A coisa mais assustadora do mundo é um segredo”

Essa citação do livro Menino de Ouro resume grosseiramente, toda a história desse livro, que na minha humilde opinião é um dos melhores young adult (jovem adulto) da contemporaneidade.
Como a sinopse já diz, a história se passa em volta de um menino de ouro, ou seja, um rapaz educado, obediente, bonito, estudioso, perfeito. Esse é Max, ele mora com seus pais advogados e seu irmão caçula numa cidade próximo a Oxford. Sua vida é normal como a de seus amigos, ao que parece a única diferença é o brilhantismo que permeia a vida de Max. No entanto existe um segredo que passa a assombrá-lo, eu me permito dizer que esse segredo está envolvido com sexualidade, pois essa informação está na contra capa do livro. Mas não pense que esse livro trará mais uma reflexão sobre questões como orientação sexual, bulliyng ou toda essa modinha que tem saturado os YA atualmente. Esse livro ultrapassa isso, e não deixa de ser envolvente.
Uma coisa que me chamou bastante atenção, além da premissa do livro, foi a capa que é muito linda, bem colorida, o que denota ainda mais como foi criteriosa a construção desse livro. A narrativa da jovem inglesa Abigail é muito instigante e de fácil compreensão, ela não tem pudor algum para descrever determinadas situações se é que você me entende kkkk Mas não tem nada de OMG, não se preocupem. O que mais se destaca mesmo na narrativa é a dinâmica com os 6 narradores da história: Max, sua mãe Karen, seu pai Steve, seu irmão super fofo Daniel, sua médica maravilhosa Dr. Archie e sua namorada Sylvie. É com esse artifício que a autora consegue tratar de vários assuntos, temos a ótica de todas essas pessoas sobre determinados assuntos, bem como suas emoções, pensamentos. Passamos a nos encantar mais com cada personagem, imergindo na história e não conseguindo largar o livro.
A carga de tristeza é muito presente, principalmente da metade do livro em diante. Mas temos partes bem divertidas com o Daniel, irmãozinho de Max, e com Sylvie que é bem louca, mas bem madura pra sua idade.
O livro discute sobre relacionamentos, traumas de infância, adolescência, escolhas difíceis, futuro, casamento, maternidade, paternidade, amizade, aborto e muito, muito mais. A carga de conhecimento que eu adquiri e que você também adquirirá, caso leia, será gigantesca! E gente pode parecer chato, mas não é nem um pouco.
Quanto ao fim do livro, eu tinha uma noção do que aconteceria, mas a leitura me prendia tanto que eu só consegui sentir aquele momento. Mas eu me surpreendi com o fim, achei muito bonito e foi o fim ideal.
       Indico muitíssimo pra qualquer pessoa, a partir dos 11 anos de idade até aos 100, você irá amar. O livro entrou para minha lista de favoritos e a partir de agora espero ler algo mais da Abigail Tarttelin, pois me apaixonei pela sua forma de pensar e pela sua escritora proverbial.

Até a próxima resenha queridinhos! xo xo *-*

Resenha feita por Gabriel Araújo 


Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS