05/10/2014

#Resenha 24 Arrabal e a Noiva do Capitão, da autora Marisa Ferrari.

Resenha Arrabal e a Noiva do Capitão!

Por onde começar? Sinceramente a única coisa que eu podia dizer era que o livro era simplesmente bonito. Arrabal não é apenas mais um romance, ele tem toda a magia de um livro com os encantos do teatro fundidos nessas 368 páginas. Marisa Ferrari soube perfeitamente mesclar essas duas artes em apenas uma. 

O livro conta a história de um grupo de teatro, conhecido antigamente como Saltimbancos, que viajavam de cidade para cidade fazendo apresentações. Arrabal o criador da trupe, é um personagem que Marisa construiu de uma forma que é impossível não gostar dele. Suas ações são algo que marcam a história e a vida dos outros personagens do livro. Mamma como é chamada uma das atrizes da trupe, nossa! O que dizer dela? Bem, sabem aquele tipo de mãe que ama todos, mas se for necessário dar um beliscão e um cascudo ela não pensa duas vezes? Essa é a Mamma. 

Com Arrabal e a Noiva do Capitão você viaja por Nápoles do século 18, vivencia aquele lugar de forma especial. Pois acho que não existe nada melhor do que conhecer um povo, através da sua arte. O livro é narrado em terceira pessoa, ou seja, a escritora conta-nos tudo. Bem, até ai é tudo alegrias, porém quando Giordano aparece na cidade, um estado de euforia toma conta dos atores da trupe e das mulheres da nobreza, pois ele é um soldado leal ao rei. Um homem, rico, da aristocracia que deixa todas as mulheres delirando. Porém para a surpresa de todos Giordano tem um irmão gêmeo, Arrabal. Isso não é spoiler ok, gente, está bem claro na sinopse atrás do livro rsrs. 
Bem esses dois personagens que Marisa criou, levam a história a um desfecho totalmente inesperado. Arrabal, ou melhor, Giuseppe, é um ator de teatro, alegre, sonhador, um poeta que acredita que a vida deve ser aproveitada da maneira que você desejar. Giordano é o filho de honra do seu pai, o braço direito do rei, um cavalheiro, um homem que qualquer mulher da corte deseja ter como esposo. Mas em toda essa história surge Luigia, uma nobre, filha da riqueza. 

Essa mulher conhece primeiramente Arrabal, quando está na praça da cidade assistindo uma das apresentações da trupe na carroça. Mas como o próprio nome do livro diz, Arrabal e a Noiva do Capitão, Luigia é escolhida para ser a noiva do bonito e valente soldado Giordano. Não posso contar mais nada, por que só você lendo o livro para entender a situação que a autora deixa esses três personagens. Além do mais tem Vittoria, outra personagem encantadora e que eu já falei à autora que Vittoria merece um livro só para ela!

A história do livro gira em torno da trupe, dos nobres e do teatro. O livro possui muitas características reais. Primeiro: em muitas passagens o livro trás falas em italiano. Mas, calma ai, o livro não é todo assim, são apenas expressões, tipo: Dio Santo! Mamma Mia! Per l’amor di Dio!. Achei algo bem diferente no livro. A narração é sem sombra de dúvida, algo extraordinário na história. Marisa sabe escrever muito bem, as palavras são postas com leveza e com um desenrolar livre. Se a história não fosse boa, apenas com a narração a autora estaria se sobressaindo. Bem você quer conhecer personagens reais? Que tem sonhos? Que sofrem como nós, que amam como nós? E precisam tomar decisões tão difíceis, que muitas vezes, nós que somos de carne e osso não temos coragem de tomar. Bem, Arrabal e a Noiva do Capitão é assim. Um livro encantador, bem escrito e com um desfecho imaginável. Giordano e Giuseppe, dois irmãos que amam a mesma mulher, mas diante disso tudo o destino lhes dá apenas uma escolha. Qual será? Garanto que quem ler não irá se arrepender. 

Quase esqueci de mencionar, os direitos do livro foram comprados pela Rede Globo para adaptação de uma minissérie. Então imagina, será que o livro é bom? Leia antes que saia a adaptação! 

Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Um comentário:

  1. Estou lendo .... Estou quase na página 200... Mas assim, só o que posso dizer é que estou adorando o livro é recomendo !!!! Arrabal é realmente encantador ... Giordano é mais durão... Mas no fundo Tb parece ser encantador ....

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS