06/06/2014

O ritual do escritor


Antes de iniciar a coluna de hoje, quero me desculpar por semana passada não ter tido a coluna, fiquei doente e não pude mesmo escrever nada, mas hoje eu trouxe um ótimo assunto! Espero que gostem, boa leitura, não esqueçam de comentar.

Nossa! Os escritores fazem rituais? Sim, fazem, mas não todos. Mas deixe-me esclarecer isso logo, antes que você comece a pensar que todo escritor é bruxo. O ritual a que eu me refiro é a preparação para um novo projeto, um novo livro. Eu e muitos dos escritores que conheço fazemos todo um projeto, um esqueleto da obra para que não venhamos a nos perder no decorrer da escrita. Não é aconselhável sentar na frente do computador, ou abrir o caderno e começar a escrever uma história, sem saber quais são os pontos importantes dela, ou como será o desfecho do livro. Você precisa de uma bússola literária para te guiar nesse novo projeto.


É nessa etapa que você irá colocar todas as suas ideias num só lugar. É aconselhável fazer um bom resumo de toda a história, não há limite para isso, escreva duas, três ou cinco folhas de resumo, mas tente colocar tudo que você imaginou para aquela história. Isso facilitará na hora de contar os fatos.

Outra coisa importante é a pesquisa. Isso é algo que muitos dos autores realizam antes de começar a escrever realmente o livro, por que, não tem como você escrever um livro sobre a idade média e não fazer uma pesquisa sequer sobre a época! Não, mas não preciso, eu sei sobre isso estudei muita coisa na escola, sim, mas mesmo dessa forma é aconselhável você se aprofundar mais sobre o tema a ser abordado no livro. Para não haver pesquisa, só há duas possibilidades; uma: você é um historiador que pesquisa isso há mais de vinte anos, ou você é um imortal, algum vampiro que viveu tudo isso e sabe melhor do que ninguém sobre o assunto. Enfim, eu acho necessário o autor se preparar bastante antes de começar a escrever seu livro.

Eu estou começando um novo romance, e para poder fazer a história está sendo necessário pesquisar bastante, há meses pesquiso coisas, e agora no momento estou montando o roteiro – como chamo – da minha história. Não quero ter aquela maldita dor de cabeça, que muita vezes acaba desanimando o autor na hora que está escrevendo seu livro, pois sentir-se perdido no momento em que está escrevendo é algo extremamente ruim. Então se você decidiu escrever um livro, a primeira coisa que você deve pensar é: como é a história? Quais os assuntos abordados na trama? Será algo histórico? Algo relacionado a doenças, problemas sociais, ambientais? Ou até mesmo magia? Sabendo disso, você terá que pesquisar sobre esses assuntos e quando realmente estiver com toda a história fervilhando na mente ai sim, você estará apto para começar a escrever. E outro conselho; prepare um resumo dos capítulos, pois só assim você terá uma visão de como a história irá transcorrer. Geralmente isso nunca falha.


Abraços, até a próxima semana!



Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

Um comentário:

  1. Oie! Como eu disse descobri seu segredo!! Vc é um Bruxo! :p
    Mas parando de brincadeira, não consigo fazer isso, se eu escrever antes sai tudo errado, prefiro mil vezes escrever direto o que vem na cabeça! kkkkk
    Bjs, www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS