09/05/2014

Livros: Romance ou Romântico?

Bem como explicar isso? Primeiro, se você acha que isso é a mesma coisa está errado. Nem todos os romances são românticos, e nem todos os livros românticos são romances. Nossa ficou confuso! Calma eu vou esclarecer.
Quando escrevi meu primeiro livro, meus colegas chegaram para mim e perguntaram: é um romance? Sim, é - respondi. Ok, não gosto muito de romances, são muito melosos, muito tititi, pessoas perfeitas, mas espera ai! Gente, quando eu digo que o livro é um romance, estou me referindo ao gênero narrativo do livro, e não ao subgênero narrativo da história. O que muita das vezes acontece é o mal emprego desse gênero na caracterização de um livro, e acaba sendo mal visto por alguns leitores. Então quer um conselho? Quando for apresentar um livro a alguém, diga seu subgênero, exemplo: sobrenatural, fantasia, chick-lit, hot, contemporâneo, enfim seja lá qual seja, diga dessa forma, pois assim você não assustará o leitor que não é  de livros românticos. 



Mas o que é um romance? Bem, de acordo com nosso Querido Aurélio é: "Descrição longa das ações e sentimentos de personagens fictícios, numa transposição da vida para um plano artístico", resumindo; uma narração longa, bem caprichada, com um enredo bem estruturado e complexo. Isso é um romance. Então você deve estar se perguntando, todo livro é um romance? Não. Por que existem livros de fábulas, contos, crônicas, poesias e muitos outros. Para ser um romance deve ter esses critérios descritos por Aurélio, ok? Agora deu para entender o que é um romance?

Sim, mas e o subgênero que tanto você falou acima? Nada mais é do que ramificações que o gênero narrativo sofreu com o passar dos anos. São inúmeras as categorias de subgêneros, pois a cada ano, milhares de autores desenvolvem textos, que são enquadrados num novo subgênero, as vezes eu fico pensando, aonde irá parar essas ramificações daqui a cinquenta anos? Não quero nem pensar.

Sabendo agora a diferença de um romance e do subgênero, dando um exemplo: romântico, volto a refletir sobre alguns leitores que existem. Muitos não leem de forma alguma um livro romântico, eu particularmente amo, eu escrevo romances. Muitos dão preferência a livros sobrenaturais ou de ficção, embora eu acredito que quase todos os livros tenha algum toque, ou algum momento de romantismo. Nossa enrolei demais o tema não foi? Não, o que eu queria deixar claro para vocês, é que quando for ler um livro, ou receber alguma indicação, pesquise sobre ele. Não sai falando mal de um livro ou de algum autor, só por que seu amigo disse que o livro é um romance. Pare e pense, ou se puder, indague a pessoa e pergunte: qual o subgênero desse livro? É sobrenatural? É fantasia? É Chick-lit? Não esqueça disso, pois eu repeti duas vezes somente nessa coluna! Você pode estar perdendo de ler uma boa história, apenas por conta do nome romance que foi dado a ele. Tenha pena do pobre gênero, ele não tem culpa de ser tão querido!

Até a próxima semana!
Abraços, Tony Ferr.
Tony Ferr

Sou Tony Ferr e amo o que faço. Tenho 23 anos, ainda! Sou escritor apaixonado e blogueiro por vocação! Amo romances de época e contemporâneos, falando de amor está na minha estante! A música e a pintura também fazem parte de mim.

27 comentários:

  1. Gostei. Os romances são maravilhosos, principalmente quando nos identificamos com as personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Shirley! Eu particularmente amo livro de romance romântico! Por que romance abrange muitos subgêneros!! Obrigado pelo comentário.

      Excluir
    2. Pois é, amigo... Nos romances, prefiro o Drama! Eles me encantam!!!

      Excluir
  2. Gente, que legal..não sabia dessas diferenças, pra mim um romance era romântico..muito bom seu post viu.Amo romance, acho que minha leitura fica mais presa ao livro, sem deixá-lo de lado muito tempo.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário e por ter gostado da coluna! Realmente muitos leitores ainda confundem! Abraços.

      Excluir
  3. Tony Ferr sempre arrasando!!!! Parabéns, meu amigo!!!!
    Amo romances tbm, principalmente os que me fazem lembrar momentos que já vivi!!!! Ou então, aqueles que nos fazem suspirar!!!!
    Bjos, Tony!!!!!
    Amei a coluna!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jailma!! Sua eterna romântica! Eu sempre vi que muitos leitores tinham essa dúvida entre romance e um livro romântico, ainda bem que gostou! Beijos!

      Excluir
  4. Muito esclarecedor! Agora posso dizer que realmente sei a diferença entre o que é o gênero romance e diferenciar de seus subgêneros! =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha esclarecido isso! Obrigado pela visita!

      Excluir
  5. Oie Tony!!! =D
    Adorei a coluna e me esclareceu algumas coisinhas que eu ainda confundia! Ficou ótimo o texto! ;)
    Bjs, Nay =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Obrigado por ter gostado Nay! Sua leitora voraz!! Beijos.

      Excluir
  6. Eu havia entendido essa diferença não fazia muito tempo... rsrs.. achei interessante sua coluna, pois esclarece as dúvidas de muitos que tem vergonha de perguntar!! Não sou muito fã de livros românticos puros, que não tem nenhum pinguinho de fantasia junto..rsrsrs... prefiro quando o romance é completado por magia!!! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado e tenha lembrado novamente da sua dúvida! Minhas professoras sempre batiam nessa tecla dizendo isso. Obrigado pela visita!

      Excluir
  7. Muito legal seu post Tony!
    Com certeza existe ainda muita confusão...
    Mas eu sem dúvida adoro livros românticos... rsrs
    São mesmo os meus preferidos!
    Mas ...amo romances de qualquer subgênero...
    Ação, sobrenatural, drama... e por ai vai! =)
    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Marissa! Eu não posso negar, amo livros românticos!! São os que eu leio com prazer! Obrigado pela visita!

      Excluir
  8. Olá, caro Tony Ferr! A verdade é que lidamos com leitores e não com críticos literários. O crítico literário é um artista da linguagem. Ele sabe como ninguém avaliar o enredo, caracterizar cada personagem, classificar os diferentes gêneros etc. Já o leitor comum, mesmo não sendo passivo, também é possuidor de um conhecimento capaz de avaliar uma obra. Mas infelizmente não é especialista no assunto. Outras vezes, eles são somente leitores, o que torna a caracterização de romance em algo que é romântico. Percebi que o seu texto é claro e de fácil compreensão, o que irá ajudar muita gente interessada a compreender, de fato, a diferença entre as partes abordadas. Continue escrevendo sobre temas conflitantes, pois trará muito conhecimento para os leitores.

    Abraços,

    Marcos Amaro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marcos! Realmente um crítico literário é poderoso na linguagem. Os leitores muitas vezes se confundem com isso, e ficam reclamando de alguns livros apenas por que fulano disse, por isso resolvi escrever essa coluna e tentar esclarecer isso, fico feliz que tenha gostado. Abraços.

      Excluir
  9. Gostei muito, agora pude saber a diferença entre os dois!! Amei mesmo!!!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo post, Tony, deixou muito bem claro pra quem não tem conhecimento no assunto.
    Eu mesmo quando fui registrar o meu livro, em meado 2010, quando olhei o formulário e não encontrei a opção que não se enquadrava com meu livro, fui pesquisar... só então descobri que mesmo sendo de aventura e terror, na verdade se enquadrava em Romance. Pensei que Ficção fosse um gênero narrativo, mas não, também é um subgênero.
    Então é isso, parabéns mais uma vez e que sirva de sabedoria pra muitos leitores e autores iniciantes daqui pra frente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Warley, alguns leitores ainda não sabem dessa diferença. Fico feliz que tenha gostado! Abraços.

      Excluir
  11. Que post incrível Tony! Eu concordo com você, todo livro tem um pouquinho romance, até mesmo aqueles onde se descrevem inúmeras batalhas. O romance dá aquele sabor de quero mais.... Mas particularmente não consigo escrever um livro romântico, eu travo logo na segunda linha, sei lá.... acho que é trauma, rsrsrsr. Enfim adorei seu post, meus parabéns.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Mylena! Realmente eu acho que todos os livros possuem um toque de romantismo nele, creio que devem ser poucos mesmo os que não tem. os meus possuem até demais!!! Abraços!

      Excluir
  12. Verdade! algumas pessoas costumam achar isso mesmo, confundir romance com livros românticos. Confesso que eu, quando não tinha muita experiência no ramo literário, acreditava que todos romances tinham que ser românticos. kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Dérik, muitos leitores e autores acham que um romance deve ser por obrigação romântico, quando na verdade ele não é! Fico feliz que tenha gostado da coluna, semana que vem terá a próxima!!

      Excluir
  13. Olá Tony. Ótima explicação.As pessoas acabam confundindo muito esse dois termos e a maneira como vc abordou ficou bem claro essa diferença.Sucesso em seu blog. abços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vera! Tentei ser claro e abordar o assunto de uma forma legal! Obrigado pela visita!!

      Excluir
  14. Eita Tony, está fazendo sucesso rs.
    Parabéns por seu texto! Adorei ler em primeira não e descobrir sobre coisas que eu ainda não sabia. Haahaha

    Beijos Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

DICAS LITERÁRIAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS